Será que preciso fazer terapia?

Terapia não é só para quem tem problemas mais graves, pelo contrário.
Se você tiver problemas...

- Relacionados com a Vida Amorosa e Afetiva, como situações ligadas às relações com namorado (a), parceiro (a), esposo (a), amigo (a).

- Relacionados com o corpo e/ou com a imagem corporal, como situações na qual sua

autoestima está comprometida devido a inseguranças com o corpo e com a autoimagem, ou então, traumas vivenciados na infância que podem influenciar hoje sua forma de encarar o mundo e principalmente de se encarar.

- Relacionados com a atividade profissional, como dificuldades e conflitos que podem interferir em seu desempenho profissional. Se tiver dúvidas de como agir, de como lidar com pessoas, gestão, dinamismo. Se houver indecisão sobre tomada de atitudes e/ou escolha da carreira.

- Relacionados com a sexualidade, como conflitos com seu próprio desejo ou com desejos do seu (sua) parceiro(a). Se houver inseguranças, obsessões e/ou dúvidas sobre a própria sexualidade.

- De comportamento e agressividade, como problemas no relacionamento interpessoal, autoagressão, sentimento de culpa, raiva e/ou conflitos.

- Com os filhos e/ou com os pais, como relacionamentos conturbados, confiança, dependência, ausência, entre outros.

- Com cônjuges ou parceiros (as), como separações, brigas, indiferença, falta de desejo, falta de compreensão, resistências, dúvidas e/ou inseguranças.

- De tristeza ou ansiedade, como situações que ocasionam ou ocasionaram tristeza, ansiedade, falta de motivação e/ou apatia. Ou então, descoberta das causas dos sentimentos que lhe aflige.

- Com a integração nos grupos sociais, como dificuldade para se relacionar, para se envolver e/ou relaxar. Dificuldade em confiar nas pessoas. Medo da rejeição.

- Relacionados com Doenças de Familiares próximos, como no caso do medo da perda.

Então....

A terapia pode te ajudar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário